Diogo Correia reforça Algés


Diogo Correia jovem Internacional Português vai representar na próxima época a equipa do Algés, actual Campeã da Proliga.

O base de 22 anos tem um extenso currículo tanto a nível Nacional como Internacional, tendo participado em diversos trabalhos da Selecção tanto sénior como de formação, já passou por clubes como Basket de Oeiras, C.A.Queluz, S.L.Benfica, F.C.Porto e agora Algés.

Diogo Correia terminou na época passada com uma média de 4.2 pontos, 1 ressalto e 0.8 assistências por cada 12 minutos em que esteve em campo nos 28 jogos em participou.

É sem dúvida uma mais valia para o plantel do Algés, que também irá ter um equipa B a participar na CNB2.



  • PARA OS JOGADORES MAIS NOVOS CONSIDERA-SE UMA REFERÊNCIA NO BASQUETEBOL NACIONAL :Não

  • QUE CONSELHO DARIA A UM JOVEM JOGADOR PARA ESTE PODER TER SUCESSO A JOGAR FORA DE PORTUGAL- Não ir jogar para fora de Portugal só porque o basquetebol em Portugal não está a atravessar a melhor fase.. Penso que deve ser uma aposta, sim, mas algo ponderado, e o jogador/pessoa tem que estar preparado, porque não vale a pena ir jogar para fora um ano e depois no ano seguinte voltar. O meu conselho, que vale o que vale, é que se tiverem a oportunidade não hesitem, mas sempre com uma grande maturidade e responsabilidade.

  •  O QUE É NECESSÁRIO MUDAR NO BASQUETEBOL EM PORTUGAL: Entre muitas coisas que de certeza há a melhorar porque senão não tínhamos chegado a este ponto, prefiro realçar uma.. O jogador português, nomeadamente os jovens, têm que mudar um pouco de mentalidade. Para jogar é preciso trabalhar, é preciso uma enorme capacidade de sacrifício, não basta ficar a 'chorar' porque não existem oportunidades.. As oportunidades existem, mas para quem trabalha, para quem é sério e responsável, e não para quem se acomoda e acha que chegar a uma equipa sénior por si só já basta. Quem trabalha é recompensado. É assim na vida, na escola, na universidade, num emprego, no futebol, etc e também no basquetebol!

  • COMO SURGIU O CONVITE PARA JOGAR NO ALGÉS ? E QUAIS AS TUAS EXPECTATIVAS E OBJECTIVOS PARA A ÉPOCA 2012-2013: O convite surgiu após o F.C. Porto ter decidido terminar com a equipa sénior, e dentro das possibilidades que tinha o Algés foi sem dúvida a melhor opção, por todos os motivos. Quanto ás expectativas e objectivos, no basquetebol tal como na minha vida, o principal objectivo é sempre fazer mais e melhor, e esta nova experiência não foge á regra, quero fazer melhor do que o que fiz no ano passado e nos anos anteriores, sempre sem perder de vista os interesses da equipa que como em todo o lado estão sempre por cima dos individuais.

  • QUANTOS ANOS DE PRÁTICA COMO JOGADOR : Cerca de 18 anos
  • QUAL A PRIMEIRA EQUIPA SÉNIOR ONDE JOGOU QUE RECORDAÇÕES GUARDA DESSA ÉPOCA: A primeira equipa sénior onde joguei foi na do F.C. Porto, e as recordações que guardo são sem dúvida os meus colegas de equipa e o título nacional
  • QUAL A SENSAÇÃO QUE TEVE AO EFECTUAR O PRIMEIRO JOGO ? A sensação de querer jogar logo a seguir o 2º jogo

  • QUAL A SUA OPINIÃO À CERCA DO NÚMERO DE ESTRANGEIROS POR EQUIPA: Neste momento, a LPB está a permitir a utilização de 3 jogadores estrangeiros, e se calhar pode discutir-se (com razão) se isso é algo que esteja de acordo com a realidade económica do nosso país e dos nossos clubes, no entanto, para mim, seja 1, sejam 2, sejam 3, quem trabalha e quem tem valor terá sempre a oportunidade de jogar e de ter minutos independentemente da nacionalidade (e da idade!).
  • É MOTIVADOR NESTE MOMENTO SER JOGADOR DE BASQUETEBOL EM PORTUGAL ? Na minha opinião, que como já disse vale o que vale, é motivador ser jogador de basquetebol em qualquer parte do mundo, porque para mim a motivação é o basquetebol e não as conjunturas e os países
  • QUE FUTURO PARA O BASQUETEBOL EM PORTUGAL ? O futuro do basquetebol em Portugal vai ser o futuro que as pessoas que estão á frente das entidades responsáveis queiram que seja. Estamos a atravessar uma fase menos boa, mas que seja apenas isso, uma fase e que tenhamos dado 3/4 passos atrás, para a partir de agora darmos um salto para a frente
  • COMO COMENTA A SAÍDA DO F C PORTO DA LIGA ? A nível pessoal, o que comento é que foi com muita tristeza minha que o F.C. Porto saiu da LPB, porque durante os dois anos que lá estive fui recebido e tratado de uma forma magnifica. Dum ponto de vista mais distante, de um simples jogador de basket, acho que se não estavam reunidas as condições para que as coisas andassem para a frente, acho que foi tomada a decisão mais sensata e correcta.
  • Que balanço fazes da Época passada ? Foi uma época excepcional, apenas com o dissabor do título naquele último jogo em casa. Mas tirando isso, terminámos a fase regular em 1º lugar, vencemos a taça da liga, a taça de portugal, a supertaça, e portanto foi uma época para recordar, mas sempre com o dissabor da final. 
  • Falando ainda do F C Porto o que vai ficar na tua memória das 2 épocas ? Os treinadores ? Os colegas de equipa ? Os adeptos ? Tudo vai ficar na minha memória, os 3 treinadores excepcionais que tive e com os quais aprendi muito, os meus colegas de equipa e tudo o que aprendi com eles, os adeptos e pessoas que constantemente nos abordavam na rua e na volta que dávamos no pavilhão no final de cada jogo em casa, tudo isso vai ficar guardado na minha memória 
  • COMO SURGIU O BASQUETEBOL NA SUA VIDA ?Os meus pais eram treinadores, e foram jogadores, os meus tios foram jogadores, e portanto, practicamente desde que nasci que o basquetebol é uma presença diária na minha vida.
  • DE QUE SE ORGULHA MAIS NA SUA CARREIRA ? De todas as pessoas que conheci, jogadores com quem joguei e os que defrontei, treinadores das minhas equipas e treinadores adversários, dos amigos que fiz e alguns ainda continuam, adeptos dos vários clubes, pessoas ligadas ao basquetebol, etc. É disso que me orgulho, independentemente de vitórias, derrotas ou títulos!
  • O MOMENTO MAIS EMOTIVO NA SUA CARREIRA Tenho dois momentos: um foi ser campeão nacional da LPB, num pavilhão fantástico e cheio, o outro foi ter assistido a uma final de um camp. da europa de sub-16 divisão A a 2 metros do campo, e ter visto um rapazito de 15 anos a marcar 51 pontos, ganhar 24 ressaltos e fazer 13 assistencias, numa final decidida por um ponto no prolongamento. Era um simples campeonato de sub-16, mas foi um jogo que recordarei para sempre. Ah! o rapaz era espanhol e chama-se Ricky Rubio.
  • E O MAIS TRISTE Jogo 5 da Final do Playoff da época 2011/2012
  • QUAL O SEU CLUBE PREFERIDO Todos os que já tive o prazer de representar!
  • TREINADOR PREFERIDO :Paulo Correia, Fernando Lemos, Rui Alves, Goran Nogic e Moncho Lopez.
  • UMA (ou mais ) SITUAÇÃO CARICATA QUE SE TENHA PASSADO EM CAMPO : Uma pessoa encarregue de limpar o piso ir a correr para limpar o piso, tropeçar na esfregona e cair. Não é bonito na altura, mas depois de perceber que não lhe aconteceu nada, foi cómico!
  • Chegar à Selecção Nacional Sénior faz parte do teu "sonho" ? Sim, mentiria se dissesse que não. Mas neste momento essa não é a minha obsessão. Tenho 21 anos e neste momento a minha prioridade é ajudar o clube que represento e afirmar-me lá e na LPB, e depois disso, um dia, quem sabe, possa ter essa oportunidade.
  • Achas que tens ou poderás vir a ter qualidade suficiente para representar a Selecção Nacional ? É como já disse anteriormente, para mim, o que importa é primeiro ajudar o meu clube, o Algés, e só depois disso é que poderei aspirar a vir ser chamado.Um passo de cada vez e nunca um passo maior do que a perna!
  • A NÍVEL PESSOAL O QUE FAZES ALÉM DO BASQUETEBOL :Sou estudante universitário 
  • SE PUDESSE RECUAR 20 ANOS O QUE MUDARIA NA SUA VIDA:Nada, tudo o que sempre fiz e as escolhas que sempre tomei, foram sempre com a consciencia de que era o que tinha que ser feito e o mais correcto para mim naquela altura, e portanto não existe qualquer tipo de arrependimento por nada.
  • COMO FOI A TUA JUVENTUDE : Foi tudo o que poderia desejar, pois a partir dos 12 anos fui para um centro de treino e por lá andei até ao fim da juventude, tendo a hipotese de treinar todos os dias com os melhores jogadores do país e evoluir como jogador
  • COMO SE IMAGINA NA VELHICE : A fazer contra ataques eheh
  • UM SONHO : Poder continuar a jogar até me apetecer
  • O(s) SITE(s)DE BASQUETEBOL NA INTERNET PREFERIDO(s): nba.com, planetabasket.pt, basketpt.com, ressalto.net e basketpt.net
  • A REFEIÇÃO PERFEITA :Bacalhau á Lagareiro
  • UM PENSAMENTO :Um cesto faz uma pessoa feliz, uma assistencia faz duas pessoas felizes
  • UM ÍDOLO : José Mourinho
  • ACHA QUE ESTAS INICIATIVAS DE OBTER ENTREVISTAS JUNTO DOS AGENTES DA MODALIDADE SÃO UM CONTRIBUTO DECISIVO E POSITIVO PARA AUMENTAR A “VISIBILIDADE” DA MODALIDADE NO NOSSO PAÍS ? Claro que sim, qualquer iniciativa que sirva para por as pessoas a falarem e a verem basket, é positiva
  • COMENTÁRIOS FINAIS :Nenhum




Comentários

Mensagens populares deste blogue

Mini-Basket está de volta!