«Lugar do Algés é na Liga»

Diogo Correia abraça novo projeto em Lisboa

O base deixou o FC Porto, onde lutava por títulos, e resolveu mudar-se para Lisboa, determinado a ajudar um dos históricos do basquetebol português a manter-se no principal campeonato nacional. Diogo diz que o grupo algesino, que integra jogadores experientes, é equilibrado.

Inesperado este regresso a Lisboa?
 
Sim, de certa forma sim. Sobretudo devido às circunstâncias em que se deu. No entanto, a partir de certa altura foi sempre esse o meu objetivo, em parte devido aos estudos, mas também devido ao convite do Algés.

Embora com objetivos diferentes, o projeto do Algés é igualmente aliciante?
Muito aliciante. O Algés é um histórico, um clube que este ano voltou à LPB, e que espero ajudar a que por lá se mantenha durante muitos anos, porque o seu lugar é no principal campeonato do nosso país.

Num período tão conturbado da modalidade, o regresso de um clube histórico como o Algés à Liga, mais ainda da área de Lisboa, acaba por ser uma lufada de ar fresco na prova?
Claramente, penso que nesta altura, qualquer clube, histórico ou não, que faça o que o Algés está a fazer, ou seja, apostar no basquetebol (masculino e feminino) mas sem entrar em loucuras, é uma lufada de ar fresco para a nossa modalidade, sobretudo no momento atual.

Da experiência que tem de Liga, como descreveria o atual plantel do Algés?
Apesar de ser apenas a minha opinião, que vale o que vale, penso que temos um plantel extremamente equilibrado com um grupo de jogadores portugueses já com alguma experiência e nome no basquetebol português, e que com certeza nos vão ajudar a nós, os mais novos, a fazermos as coisas da melhor forma possível.

Acha que é comparável a motivação e a satisfação entre lutar pelo título ou por um lugar no playoff?
Qualquer jogador que diga que não gosta de títulos está a mentir. No entanto a mim, o que me move não são os títulos, que como é óbvio são uma parte importante para os clubes, para as equipas e para os jogadores. O que me move é o gosto que tenho em jogar basquetebol e como tal, a minha motivação quer lute por títulos ou por um lugar no playoff, é sempre ajudar a minha equipa em tudo o que puder e melhorar enquanto jogador e afirmar-me. Se para alem disto puder juntar alguns títulos, melhor ainda.

Tem alguma opinião formada de como será a Liga esta época?
Espero que seja uma Liga onde se vejam muitos jogadores portugueses a ajudarem as suas equipas, a acrescentarem qualidade ao jogo das suas equipas, etc, uma Liga competitiva, uma Liga onde os mais jovens possam ir encontrando o seu espaço conforme venham a trabalhar para isso, e apesar de tudo, uma Liga que seja uma boa propaganda ao basquetebol.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Mini-Basket está de volta!