André Martins: «Trabalhar como profissionais»


Depois de vários anos a trabalhar com as Seleções Nacionais jovens, o treinador André Martins aceitou o desafio de liderar uma equipa na LPB. Num grupo onde grassa o amadorismo, e a aposta passa por construir uma escola de formação, o técnico não tem dúvidas que os seus jogadores vão trabalhar arduamente no sentido de fazer com que o clube permaneça entre os “grandes” na próxima temporada.

Depois de vários anos a treinar equipas mais jovens, voltar a treinar seniores preenche-te de alguma forma? 

«Acima de tudo adoro treinar, competir, ter desafios. Desde que o projeto seja aliciante e motivador a minha entrega e a minha ilusão são iguais.»

Apostaste em muitos jovens para fazer parte do plantel. Quais os motivos que justificam essa tua opção? 

«Não se trata de uma opção pessoal mas sim de um objectivo de todo o Basquetebol do Sport Algés e Dafundo. Isto é, construir uma escola de formação de jogadores, projetar atletas da formação na equipa sénior do clube e nas seleções nacionais. Dar sentido ao maior investimento que o Algés está a realizar, ter mais e melhores treinadores em todos os escalões do clube.»

No meio de algumas incertezas quanto à constituição do grupo de trabalho, a equipa tem condições para ser competitiva? 

«Estamos a trabalhar para isso, os jogadores têm tido um compromisso excelente com o trabalho que realizámos até ao momento. Tenho a certeza que vamos crescer com o decorrer da competição. »

Quais poderão ser os principais problemas que a equipa terá de ultrapassar numa competição como a LPB? 

«Não somos uma equipa profissional, mas queremos trabalhar como profissionais. Isto obriga a uma grande disciplina e organização por parte de todos, só desta forma é possível conciliar estudos com alta competição. »

Sentes que o seu trabalho nesta temporada será mais focado para a evolução dos jogadores, ou os resultados irão ser mais importantes? 

«Não acredito em projetos sem vitórias, em evolução sem objectivos competitivos. Vamos trabalhar e lutar por ambos. »

O que seria uma temporada positiva? 

«Permanecer por direito desportivo na Liga, proporcionar bons jogos, criar uma identidade forte com os adeptos e com o concelho de Oeiras e colocar jogadores nas Seleções Nacionais de jovens e de seniores. Melhorar e reforçar toda a estrutura de apoio a equipa, que permita consolidar o projeto do basquetebol Algés na LPB. »

fonte: fpb.pt

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Mini-Basket está de volta!