«Ainda não ganhámos nada»



José Araújo refreia entusiasmo no Algés
José_AraújoA equipa está com uma vantagem de duas vitórias e precisa de ganhar apenas um jogo em Carcavelos para revalidar o título nacional feminino, mas o treinador coloca água na fervura e lembra que a Quinta dos Lombos tem uma grande equipa, “uma das melhores da Liga”, e que vai jogar em casa. “Para nós é mais uma final. O que fizemos de melhor e de pior nos dois primeiros jogos é passado”, refere.

Apesar de estar a um passo da reconquista do título da Liga Feminina, José Araújo não dá por adquirido esse feito, realçando apenas que está garantida a decisão, caso seja necessário, da eliminatória em casa. “Ainda não ganhámos nada! É assim que temos pensado durante estas semanas e é esta a forma como estamos a encarar o próximo jogo. Apenas garantimos o fator casa nada mais que isso.”

O técnico do Algés não tem dúvidas, até pelas características das suas atletas, que a Quinta dos Lombos é o adversário que mais problemas cria à formação algesina. “Vamos voltar a jogar contra uma das melhores equipas da Liga, que está na final com todo o mérito e na sua casa. Como já referi anteriormente, é a equipa que mais problemas nos continua a criar devido ao seu poderio físico.”

A qualidade e quantidade de opções existentes no plantel da equipa de Carcavelos fazem com que o técnico do Algés encare o próximo jogo como sendo de elevado grau dificuldade. “Tem um grande plantel, possivelmente é a equipa com mais soluções do campeonato, e é orientada por um dos treinadores mais experientes do nosso basquetebol. Considero que a vinda da Tatiana, jogadora muito experiente, veio acrescentar ainda mais valor à equipa da Quinta dos Lombos. A qualidade das suas atletas é inquestionável e esperamos um jogo muito difícil.”

Habituado a estes momentos altos, José Araújo encara este ronda jogo a jogo, pelo que os dois primeiros já fazem parte do passado. Uma forma de tentar ultrapassar qualquer tipo de relaxamento, tendo em conta que dispõem de uma vantagem de dois jogos. “Para nós é mais uma final, foi assim que preparámos todos os jogos do playoff, e estamos conscientes que começa tudo de novo. O que fizemos de melhor e de pior nos dois primeiros jogos é passado.”

A finalizar, o treinador realça o fantástico envolvimento que rodeou os dois primeiros jogos, algo que espera ver repetido em Carcavelos. “Tenho a certeza que será mais um grande jogo de basquetebol e gostaria que se repetisse o ambiente vivido em Algés, com um pavilhão cheio e uma atmosfera fantástica.” 








Comentários

Mensagens populares deste blogue

Mini-Basket está de volta!