«Sair do jogo com a vitória»

Vitória Pacheco regressa sábado à Madeira Trocou o CAB pelo Algés no sentido de dar continuidade aos estudos e no próximo sábado, às 17h30, regressa à Madeira para defrontar a sua antiga equipa. Vitória Pacheco, que conhece por dentro a formação insular, avisa que o encontro não será fácil para as algesinas, mas o objetivo, salienta, é o triunfo.A atleta Vitória Pacheco é um dos reforços do Algés para a presente temporada. Depois de vários anos a representar o CAB Madeira, a jovem jogadora, por diversas razões, decidiu mudar-se para Lisboa, acabando por ser natural a escolha da equipa lisboeta. “Vim para o Continente com o objetivo de dar continuidade aos estudos mas, como é óbvio, queria prosseguir a minha vida no basquetebol. Ir para o Algés sempre foi um objetivo pois é um grande clube, com grandes jogadoras e tem um treinador com quem gosto imenso de trabalhar.”
 Uma mudança que na sua opinião tem favorecido a sua evolução como atleta, meta sempre importante para quem é ambicioso naquilo que faz. “Tem sido positivo a todos os níveis pois, cada dia que treino aprendo sempre mais individualmente e também coletivamente.” Vitória não nega que defrontar a sua ex-equipa torna o encontro extremamente especial, até porque são muitas e boas as recordações que tem do clube madeirense. “É uma equipa onde aprendi muito com todas as jogadoras que lá estão e também por ser numa casa onde estive durante alguns anos. Mas será ainda mais especial se sairmos do jogo com a ‘vitória’.” Melhor do que ninguém Pacheco conhece as qualidades do próximo adversário das campeãs nacionais. Razão pela qual a jogadora do Algés não ter dúvidas quanto ao grau de dificuldade do jogo do próximo fim-de-semana no Funchal. “A equipa do CAB tem um grande grupo de trabalho e sei que irá ser um bom adversário nesta jornada. Tem jogadoras com grande experiência assim como os seus treinadores.” O apoio do público é uma constante nos jogos caseiros do CAB, acabando por ser uma motivação extra para que a equipa madeirense se supere. “O fator casa é essencial para qualquer equipa. No CAB sim, esse é também um fator grandioso e por isso vai fazer com que o jogo seja muito disputado.”

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Mini-Basket está de volta!