Algés triunfa em casa

Bate Galitos no primeiro jogo de 2013 O Algés iniciou o ano da melhor forma, uma vez que conseguiu um triunfo que já há algum tempo procurava. A vitória caseira frente ao Galitos/Barreiro (71-64) poderá ser o ponto de viragem que os jogadores algesinos tanto desejavam de modo a poderem discutir objetivos mais ambiciosos.
Foi uma vitória arrancada a ferros, já que à entrada do último período o conjunto de Algés ganhava apenas por cinco pontos (50-45). Isto porque durante o 3º período a formação da casa foi capaz de construir uma pequena vantagem pontual, depois de ter terminado os primeiros vinte minutos a vencer pela diferença mínima (48-47). Na parte final do jogo os comandados de Mário Silva souberam gerir com êxito o resultado que lhes era favorável, conquistando assim a segunda vitória da competição, ultrapassando simultaneamente o seu adversário na tabela classificativa. O bom desempenho do Algés na luta do ressalto, especialmente na tabela ofensiva com a conquista de 20 ressaltos, foi obviamente decisiva. Sendo que Jamarkus Holt (17 pontos e 13 ressaltos), Rui Quintino (15 pontos e 11 ressaltos) e Josimar Cardoso (18 pontos e 11 ressaltos) foram determinantes para o domínio do Algés nesse capítulo do jogo. A dupla de norte-americanos do Galitos formada por Christopher Barnes (14 pontos e 15 ressaltos) e Jeremy Bynum (17 pontos e 6 ressaltos) esteve em bom plano, mas nem mesmo com a ajuda de Pedro Pinto (15 pontos e 5 assistências )conseguiu evitar a derrota.

 No jogo que opunha duas equipas aflitas na classificação, o Algés conseguiu inverter a desvantagem nos minutos finais para alcançar mais uma importante vitória, na luta pela manutenção.
Algés e Galitos lutaram bravamente pelos dois pontos da vitória. O Algés liderou durante grande do tempo na 1ª parte, cedendo a liderança do marcador a menos de 3 minutos do intervalo. As equipas regressariam aos balneários com o marcador a registar 29-32. No regresso do descanso, o equilíbrio manteve durante todo o 3º período. Apesar de estarem sempre na frente do marcador, a equipa da margem sul não conseguia fugir no marcador. Já no 4º período, o Galitos consegue a sua maior vantagem, quando o marcador assinalava 49-54 com 6:40 por jogar. A partir daqui, o Algés tomou conta do jogo, iniciando a reviravolta, com um parcial de 10-0 (59-54). Pedro Pinto e Tiago Brito empatariam por Galitos (59-59). Nos minutos finais, Rui Quintino volta a afastar o Algés no marcador, com Josimar Cardoso e Jamarcus Holt a garantirem a vitória por 71-64, depois do Galitos apenas só ter conseguido converter um lançamento nos últimos 2 minutos de jogo.
Rui Quintino e Josimar Cardoso repartem o título de MVP do encontro. Quintino terminou com 15 pontos e 11 ressaltos. Já Cardoso fez 18 pontos e 11 ressaltos.
Pelo Galitos, Chris Barnes foi o mais valorizado com 14 pontos e 15 ressaltos, bem acompanhado por Jeremy Bynum com 17 pontos

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Mini-Basket está de volta!