Luís Câmara em destaque...




Triunfo na estreia
Seleção Sub-18 no Torneio de Badajoz


Depois de seis dias de intenso trabalho, a Seleção Nacional de Sub 18 Masculinos iniciou a participação em mais um Torneio de Badajoz com uma vitória, após prolongamento, empate a 62 pontos no final do tempo regulamentar, diante da equipa do Estudiantes (73-64). Com este triunfo a formação nacional vai marcar presença na final desta terça-feira, frente à poderosa equipa do Real Madrid.
O jogo com o Estudiantes foi a estreia para a grande maioria dos jovens que integram a equipa nacional, numa competição deste nível, pelo que não será de admirar a natural ansiedade e entorpecimento de movimentos. As percentagens de lançamentos de campo não foram as melhores, a linha de lance-livre foi desastrosa para os jovens portugueses, mas que ainda assim se bateram bravamente diante de uma das escolas de formação com melhor nível em Espanha. 
Portugal podia ter resolvido ainda no tempo regulamentar o encontro a seu favor, mas um triplo levava o jogo para o prolongamento. Nos 5 minutos suplementares, os jogadores portugueses não se encolheram e foram gigantes na forma como defenderam o seu cesto, isto apesar de uma clara desvantagem de altura. 


Sub-18 triunfam em Badajoz
Equipa portuguesa bate Real Madrid na final


ªªªªªªªªªªªªªªºç.-º

A Seleção Nacional de sub18 masculina venceu esta terça-feira a IX edição do torneio internacional de Badajoz após ter vencido na final a equipa do Real Madrid por 63-59. Nem mesmo o facto de ter sido obrigada a disputar um prolongamento no dia anterior, impediu que os jovens portugueses se superassem diante de um adversário forte, e que impressionava pela média de alturas que apresentava. A ambição, bem como a garra demonstrada, mesmo nos momentos mais complicados, pelos jovens portugueses, foi recompensada com um saboroso triunfo, garantido apenas nos momentos finais do encontro.
Naquela que foi uma reedição da final do ano anterior, os jovens portugueses cedo demonstraram dispor de argumentos para discutir o jogo com a equipa madrilena, deixando clara a vontade de inverter o resultado negativo do ano transacto. 

A iminente desvantagem física apresentada perante os grandes e pesados jogadores do Real foi compensada pelo enorme querer e pela concentração dos pupilos de Carlos Seixas, que após uma primeira parte equilibrada chegaram ao intervalo a perder por 30-35. Na segunda metade da partida, o equilíbrio voltou a ser a nota dominante, com várias alternãncias no marcador, partindo a equipa portuguesa para o último quarto com uma desvantagem de 8 pontos. Mas um último período bem conseguido defensivamente permitiu à Seleção Nacional dar a volta ao resultado e acabar por vencer por 4 pontos. 
No final do jogo os atletas portugueses levantarem o troféu de vencedores, cientes da importância do trabalho realizado e do caminho a percorrer “Foi um enorme orgulho representar a nossa Seleção num torneio tão prestigiado e competitivo, mas acima de tudo foi uma importante vitória no percurso de preparação para o Campeonato da Europa”, referiu Luís Câmara. 
A arbitagem portuguesa, como habitualmente, ficou bem representada, desta feita por intermédio do juiz Paulo Alves. “ Foi uma experiência inesquecível poder representar o meu país e mostrar a qualidade da nossa arbitragem”. 
"Excelente vitória dos nossos atletas e do basquetebol nacional, sobre duas das melhores escolas de formação espanhola. Grande orgulho em vocês rapazes!" - Selecionador Nacional Raul Santos 


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Mini-Basket está de volta!