Mário Fernandes MVP
Base da Académica esteve em Grande na Liga
Autor de 23 pontos e 11 assistências no triunfo dos estudantes diante do Lusitânia, nos Açores, o jogador madeirense assume-se, cada vez mais, como um organizador de jogo na formação conimbricence. Protagonizou uma exibição de encher o olho e por isso acabou por ser eleito MVP global da ronda. Saiba nos detalhes desta notícia quem mais integra o cinco ideal da semana.


LIGA PORTUGUESA DE BASQUETEBOL 

MVP Global e MVP Nacional: Mário Fernandes, Académica de Coimbra, 32.5 de valorização 
O campeonato português recuperou um dos seus valores com o regresso do internacional português a Portugal. O reforço da Académica veio acrescentar qualidade à equipa bem como reforçá-la no jogo exterior, bem como na posição de base. Mário esteve com a mão quente para lá da linha de 3 pontos (5/6), razão pela qual os 23 pontos que apontou não foram surpresa. Ainda somou 11 assistências, um registo que comprova a sua habilidade em passar a bola e cumprir com as funções de organizador do jogo ofensivo dos conimbricenses. Ainda teve tempo para capturar 3 ressaltos e efetuar 1 desarme de lançamento. 

5 IDEAL 

Mario_FernandesPosição 1 – Mário Fernandes, Académica de Coimbra, 32.5 de valorização 
É o jogador mais valorizado da ronda deste fim-de-semana. 

Posição 2 –Nuno Oliveira, Barcelos Hotel Terço Give, 30.5 de valorização 
O base da formação de Barcelos ajudou a conduzir a equipa a mais uma vitória, num encontro em que era importante vencer. Diante o Algés, a sua prestação voltou a ser decisiva, ao destacar-se no capítulo dos pontos marcados (27), ainda que tenha dado uma ajuda na luta das tabelas com a conquista de 8 ressaltos. Números a que juntou 2 roubos de bola e 1 desarme de lançamento. 

Posição 3: Lace Dunn, Sport Lisboa e Benfica, 51.5 de valorização 
Indiscutivelmente o norte-americano do Benfica atingiu a sua melhor forma desportiva, ou pelo menos os níveis de confiança que o notabilizam como sendo um temível atirador. No triunfo em S. Paio de Gramaços, Dunn registou 25 pontos (4/6 – 3 pontos), 6 ressaltos e 2 roubos de bola, contribuindo para mais uma vitória dos encarnados. 

Posição 4: Jamarkus Holt, Algés Spot Clube, 24 de valorização
Apesar de não estar a conseguir somar vitórias, os algesinos continuam a bater-se nos jogos que disputam. O encontro de Barcelos é mais um exemplo desse espírito combativo, já que discutiram o jogo até final. O norte-americano Jamarkus Holt assinou um duplo-duplo (16 pontos e 11 ressaltos), a que somou 2 roubos de bola e 2 desarmes de lançamento. Números muito positivos mas que não foram suficientes para evitar a derrota da formação lisboeta. 

Posição 5: Marcel Monplaisir, Lusitânia Sport Clube, 2.5 de valorização 
Os açorianos ainda não desistiram de lutar por um lugar entre os oitos melhores da fase regular, embora o resultado deste fim-de-semana em nada tenha contribuído para alcançar esse objetivo. O poste açoriano foi dominador na tabela defensiva (10+3 ressaltos), e ao apontar 10 pontos somou mais um duplo-duplo. Mas nem mesmo com 2 assistências e 1 desarme de lançamento impediu que Lusitânia saísse derrotado do jogo frente à Académica. 










Comentários

Mensagens populares deste blogue

Mini-Basket está de volta!