Luís Câmara à procura do sonho americano


Está a ser fantástico. Passar tempo com jogadores e treinadores com tanta experiência é um privilégio para jovens como eu e todos os que fazem parte deste campo”. Luís Câmara, de 17 anos, é um dos quatro portugueses a participar no Basketball Without Borders, onde espera aprender novas competências para melhorar o seu jogo.

O extremo do Algés esteve em Julho no Europeu Sub-18 – Divisão B –, na Macedónia, mas o objetivo é levar o basquetebol português a outras paragem mais ambiciosas: “Sonhamos jogar ao mais alto nível, com os melhores competidores da Europa. Estão aqui os melhores jogadores do nosso continente com menos de 18 anos e por isso está a ser fantástico”.
Luis lisonjeado por treinar-se com outros jovens
A médio prazo, Câmara tem outro alvo em mente: chegar a uma universidade norte-americana. “Penso ir para os Estados Unidos. Não no próximo ano, porque tenho de terminar o 12.º ano, mas no ano seguinte o objetivo é chegar a uma universidade americana. Já entrei em contacto com algumas escolas e espero que o campo do Basketball Without Borders me ajude a conseguir isso mesmo”.

Até lá, o importante é aproveitar o que os melhores têm para ensinar. Ontem, antes dos primeiros jogos de avaliação dos participantes, Câmara trabalhou com outros extremos europeus, sob alçada de Jamahl Mosley e do australiano Patrick Hunt. “Quero ganhar experiência e ouvir o que os treinadores e jogadores têm para me dar. É importante conhecer o que se faz na Europa e nos Estados Unidos, para assim chegar a um nível mais alto”, finalizou.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Mini-Basket está de volta!