Sub-16: Portugal supera Alemanha (70-52)

Além de mais uma grande exibição da equipa portuguesa, a primeira palavra tem que ser para o sexto jogador. Matosinhos continua a criar um ambiente fantástico (2200 espetadores nas bancadas)  ao redor da nossa seleção que devolve com empenho e basquetebol de muito boa qualidade. Mais uma clara vitória (52-70) sobre a Alemanha, equipa com aspirações mas que se vê relegada da primeira metade da tabela em detrimento da Dinamarca que, naturalmente, derrotou a Irlanda (89-63).


Este podia ser o jogo mais difícil de Portugal na primeira fase. E a primeira parte assim foi. Os primeiros minutos foram de equilíbrio e à passagem dos 6:30 minutos, um cesto germânico dava a última vantagem às alemãs (7-8).

Assistiu-se então a um excelente período de basquetebol por parte de Portugal que até ao final do primeiro parcial apenas permitiu um ponto às adversárias (15-9).

Se terminou bem, melhor começou com 7-0 nos primeiros 2 minutos do 2º período colocando o resultado em 22-9.

As jogadoras lusas não abrandaram e à passagem do 4º minuto Portugal conseguia a maior diferença – 15 pontos (28-13).

Foi altura da reacção alemã. Melhorando na defesa ao jogo interior luso, conseguiram encurtar distâncias até 7 pontos perto do intervalo. No entanto, um cesto com falta permitiu os 3 pontos que repuseram vantagem de dois dígitos na saída para o intervalo (25-35). 

A segunda parte começou na mesma toada mas sensivelmente a meio do 3º período, Portugal deu um “salto” no marcador colocando o jogo a 16 pontos e, à entrada para os decisivos 10 minutos, 53-38.


A equipa lusa não abrandou e a 3:25 minutos do fim detinha a maior vantagem do encontro (68-42). A selecionadora Ana Catarina Neves aproveitou então para retirar algumas das jogadoras mais influentes (Bernardeco, Koustourkova, Sofia Almeida e Carolina Gonçalves) e a Alemanha aproveitou para atenuar os estragos finais (52-70). 

As
algesinas Chelsea Guimarães (10 pontos, 8 ressaltos, 3 desarmes e 4 assistências) e Carolina Gonçalves (7 pontos, 3 ressaltos, 2 assistências e 2 roubos) estiveram mais uma vez em bom plano, ajudando a equipa nacional que, desta forma, já assegurou uma posição final entre os oito primeiros, embora o objetivo passe pela promoção à Divisão A, algo que apenas contemplará os três primeiros classificados.


Portugal vai agora medir forças com Israel (quarta-feira) e Polónia (quinta-feira), procurando chegar às meias-finais da prova. 
Estatistica Portugal x Alemanha

Fonte: FPB

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Mini-Basket está de volta!